terça-feira, 6 de novembro de 2012

Mudança do calendário fashion

Postado por Laiz Maia Conti às 02:55
Então gente, há um tempinho, vááários blogs estão comentando essa mudança. E, há algum tempinho, eu tenho pesquisado muito sobre o assunto.
A mudança é a seguinte, as coleções eram dividas em duas : Verão e Inverno (as vezes, marcas mais conceituadas apresentavam alto Verão também, exceções). Elas eram apresentadas em janeiro e junho (as semanas de moda nacionais).
Com a mudança, elas vão coincidir com a semanas de moda européias. Inclusive, em outubro, já foi apresentado o inverno 2013.

Mas e aí vem um questionamento. Quais os prós dessa mudança? E os contras? Será que a mudança seria realmente necessária?"As feiras de atacado Rio pret-à-porter e Fashion Business seguirão o novo calendário. Mas será que as tecelagens, confecções, marcas e lojistas estão preparados para essa mudança?", diz Ana Cláudia Lopes.


Após a explanação do assunto na sala, pesquisa e um debate um tanto caloroso, todos perceberam que, por mais que tentassem defender o seu lado (por sinal, eu era contra hahaha), o fato tinha seu dois lados.Questões bem pertinentes foram colocadas em relação aos dois lados da moeda.Mas eu sou contra porque:

Sustentabilidade

A questão da sustentabilidade está sendo martelada há tempos na moda. Criticas aos fast-fashions e as lojas de departamentos e o incentivo a customizar das roupas que você já tem, consumir peças de brechó, trocar roupas em bazares. Então se com duas coleções anuais o consumo no mercado da moda já é grande (Pesquisa feita em 2011), com três o consumo seria muito maior.


Capacidade de produção(têxtil)

  O setor têxtil no Brasil está em crescimento, porém, grande parte da produção e exportada.Então, a partir do momento que exporta, fica sem matéria prima para a produção, tendo assim que importar para poder produzir.

E a preocupação com a falta de matéria prima não fica apenas nas industrias têxtil  se estende aos laboratórios de criação de dezenas de empresas.
Mais informações EBC

Pesquisa de moda

Um dos maiores focos em relação a positividade da mudança, foi o desenvolvimento da capacidade de criação dos estilistas Brasileiros, que "desde sempre" viajam em busca de inspiração nas semanas de moda européias. No entanto, as viagens não foram descartadas.
Além do mais, acredito que a vontade de CRIAR mesmo, vem de cada estilista.

Fontes
Paulo Borges sobre SPFW
Abit


0 comentários:

Postar um comentário

 

Além da minha imaginação Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos